O Espírito Santo registrou nas últimas 24 horas a maior quantidade de pacientes mortos pela Covid-19, desde o início da pandemia. Em coletiva de imprensa, na tarde desta terça-feira (23), o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, informou que foram contabilizadas 72 óbitos pela doença.

Esse número ainda pode sofrer alterações, já que a atualização do Painel Covid-19 acontece às 17 horas.

"Quem, até hoje, negou a doença precisa entender que é real. 72 pessoas evoluíram a óbitos, nos últimos dias, e foram registrados nas últimas 24 horas. Não queremos que mais pessoas morram e para isso é preciso quebrar a cadeira de transmissão da doença", pediu Fernandes.

O secretário fez um apelo que as pessoas fiquem em casa nos próximos dias, durante o período da quarentena decretada pelo Estado na última quinta-feira (18).

Em uma rede social, o governador Renato Casagrande também lamentou o recorde de mortes alcançado pelo Espírito Santo.

"Grande parte dos hospitais particulares não possuem mais vagas. A rede pública está sob pressão e os profissionais esgotados. A nova variante do Reino Unido é muito mais contagiosa e letal e atinge principalmente os mais jovens. Faça sua parte!", escreveu ele.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem