No dia em que o Estado do Espírito Santo registrou o maior número de mortes por covid-19, desde o início da pandemia, o governador Renato Casagrande voltou a fazer um apelo para que a sociedade faça a sua parte contribuindo para o distanciamento social e apoie a quarentena especial. Casagrande enfatizou ainda que a fiscalização será reforçada para coibir irregularidades.

O governador fez um novo pronunciamento nesta terça-feira (23), onde não fez anúncios de novas medidas. Iniciou lamentando o recorde negativo de mortes e reforçou que as novas variantes do coronavírus, em especial a B.1.1.7, identificada inicialmente no Reino Unido, é mais letal e agressiva, infectando pessoas mais jovens.

"Estamos em uma fase bem diferente do que enfrentamos na primeira e na segunda onda. O estado (condição clínica) em que as pessoas chegam no hospital também tem sido muito pior", informou.

Casagrande voltou a explicar a importância da quarentena especial e o distanciamento entre os cidadãos. "Estamos em uma guerra mundial, onde o inimigo é o vírus. A doença não está preocupada se a medida é simpática ou vai dar popularidade. É preciso apoio da população. E nós vamos apertar a fiscalização", afirmou.

Os números da Secretaria de Estado de Saúde representam a situação dramática vivida no Espírito Santo. Do dia 1º ao dia 23 de março, o Estado registrou um aumento de 222 pacientes com covid em leitos de UTI. Neste mesmo período, o Estado conseguiu abrir 94 leitos, subindo de 727 para 818 leitos.

"Abrimos leitos ontem (segunda), hoje e abriremos mais leitos amanhã (quarta), mas não é o suficiente. As vacinas não chegaram na quantidade que a gente esperava e o único meio de se proteger é fazer o distanciamento", declarou.

Igrejas e comércio fiscalizados

Em quatro dias de fiscalização das medidas estabelecidas pelo decreto do Governo do Estado, 39 igrejas e locais de cultos religiosos foram notificados por irregularidades no cumprimento de medidas sanitárias. O decreto do governo do Estado não determina o fechamento das igrejas, mas recomendou que as celebrações sejam feitas de forma online.

De acordo com os dados, dos 39 templos notificados, 17 ficam em cidades do Norte do Estado. Na Grande Vitória, foram 9 notificações, enquanto que nos municípios da região Noroeste foram 6.

Ainda houve 5 igrejas notificadas nas cidades do Sul e outras duas na região Serrana do Estado.

O balanço mostra ainda que os bares e restaurantes são os locais que receberam mais notificações até o momento com 1.263 casos. Somente no domingo (21) foram 308 fiscalizações nesses estabelecimentos.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem