Há riscos de alagamentos e ventos podem passar de 100 km/h



Institutos de meteorologia emitiram na segunda-feira (8) novos alertas para chuvas fortes nas cidades do Espírito Santo. 78 municípios capixabas estão em alerta vermelho para a possibilidade de acumulado de chuva que podem superar até 100 milímetros.

Na segunda-feira, a chuva forte causou transtornos e prejuízos em cidades do Estado. Em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, o rio Itapemirim subiu 2,20 metros acima do nível normal e assustou moradores.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), além da chance do volume de chuva passar dos 100 milímetros, ainda há risco de ventos superiores a 100 km/h.

"Grande risco de danos em edificações, corte de energia elétrica, queda de árvores, descargas elétricas, alagamentos, enxurradas e grandes transtornos no transporte rodoviário", alerta o instituto.

Outro alerta vermelho para as cidades capixabas foi disparado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) emitiu aviso meteorológico de atenção e alertou para a possibilidade de chuvas mais fortes nas cidades das regiões Nordeste e Noroeste.

"Em caso de situação de perigo iminente, recomenda-se entrar em contato com os órgãos de Defesa Civil através do telefone: (27) 3194-3652", orientou o Incaper.

De acordo com a previsão do tempo do instituto, a Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), que tem provocado essas chuvas mais fortes, começa a perder força nesta terça-feira, mas o tempo segue instável no Espírito Santo.

"Previsão de pancadas de chuva com trovoadas em todas as regiões, podendo ser localmente forte em áreas da região Noroeste".

Segundo o Climatempo, a tendência é que a instabilidade perca força a partir de quarta-feira (10).

"Ainda há condições para chuva, mas o sol já vai conseguir aparecer por mais horas ao longo do dia. Uma massa de ar seco vai voltar a predominar em parte de Minas Gerais e no Espírito Santo até o final desta semana", informou o instituto.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem